9 Dicas para facilitar a comunicação com o doente de Alzheimer

O Alzheimer é uma doença degenerativa e a comunicação é uma das primeiras habilidades do doentes a ser afetada. A falta de interação em uma atividade ou respostas às perguntas, se tornam comuns, deixando familiares e amigos preocupados.

Mas nem tudo está perdido! Veja 9 dicas que vão te ajudar a estimular cognitivamente o doente e melhorar a comunicação entre vocês!

  1. Ao falar, mantenha o contato visual: Ao conversar com uma pessoa que possui Alzheimer, olhe-o nos olhos e sempre o chame pelo nome. Dessa forma você poderá manter a atenção da pessoa somente em você e facilitará o seu entendimento. É importante que você aborde o doente sempre de frente, evitando chegar por trás ou lateralmente. Isso pode assustá-lo e deixá-lo confuso.
  2. Aproxime-se da pessoa: É importante que você esteja perto do doente e que sua cabeça esteja no mesmo nível da tele, facilitando o contato visual mencionado acima. Se preciso, ajoelhe-se ou sente-se para ficar melhor posicionado. Não use movimentos bruscos ou se levante rapidamente perto da pessoa, ela pode se sentir intimidada com o gesto.
  3. Explique suas ações: Fale com o doente quando for se levantar ou tocá-lo. É importante que eles saibam o que vai acontecer a seguir, para evitar surpresas desagradáveis; como pode pensar que você vai machucá-lo.
  4. Fale calmamente: Falar de forma clara e calma, com um tom positivo na voz, é uma boa forma de comunicação com o doente. Se você estiver se sentindo irritado ou agitado, o doente poderá notar e te responder no mesmo tom.
  5. Seja direto: Utilize frases curtas e objetivas, sendo direto na ideia que quer passar. Nunca misture assuntos, porque a capacidade de concentração do doente é limitada. Fala uma coisa de cada vez e seja direto nas informações.
  6. Faça poucas perguntas: Durante a conversa, faça apenas uma pergunta por vez, sempre esperando a resposta antes de emendar em outra pergunta. Evite perguntas em que o doente tenha que responder o “por que” das coisas. Ao tentar responder, os doentes vão se confundir e ficar frustrados com a situação.
  7. Não force lembranças: Durante a conversa, não pergunte ao doente se ele se lembra de alguma situação. Por vezes eles não serão capazes de se recordar, podendo ficar irritados e desapontados consigo mesmo.
  8. Use frases positivas: Evite usar frases negativas quando estiver conversando com o doente. Ao invés de dizer “não faça isso”, diga: “ faça desta forma”. Mas lembre-se: por mais que precisem de seus cuidados e atenção, os doentes de Alzheimer não são crianças e não devem ser tratados como tais!
  9. Evite discussões: Brigas e discussões só vão deixar o idoso mais chateado e nervoso. Seja paciente e busque palavras de carinho ao invés de palavras duras para remediar certas situações. Pergunte sempre ao idoso de que forma você pode ajudá-lo a se sentir melhor e mostre que ele pode confiar em você e contar com seu amor e proteção.

Fonte: http://alzheimer360.com/dicas-comunicacao-alzheimer/

About kadu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *